(21) 3477-7778

contato@vidrado.com



A fim de conferir integração visual entre as equipes sem comprometer a privacidade, os fabricantes de esquadrias de alumínio vêm investindo em soluções elegantes e funcionais para o mercado de divisórias de ambientes em vidro para escritórios. A nova identidade visual dos espaços de trabalho vem eliminando paredes e portas, em busca de espaços fluidos e circulação. Seus interiores se tornam ao mesmo tempo sóbrios e modernos, conciliando uma estética jovem com espaços que se comunicam através de divisórias transparentes ou translúcidas, otimizando também a luminosidade natural e artificial dos interiores.


Muitos destes escritórios exigem estética, privacidade, luminosidade e materiais que não propaguem chamas e, ao mesmo tempo, sejam duráveis e em alguns casos com propriedades acústicas. Com todas essas exigências, o vidro vem ganhando cada vez mais espaço. Ele é o único material que consegue integrar visualmente mantendo uma privacidade parcial ou total.
A linha de divisórias de ambientes é oferecida em várias cores, dimensões e tipologias, podendo ser instaladas com vidros temperados, laminados ou insulados, além de acessórios como persiana manual ou motorizada, “blackout” e fechaduras especiais, transformando ambientes corporativos em vitrines gerenciais.


O que antes era um material nobre utilizado apenas para deixar ver, se tornou um elemento de destaque em projetos de interiores, criando soluções estéticas e tecnológicas. Os vidros para paredes divisórias podem ser insulados (os chamados termoacústicos), e na busca por uma maior privacidade eles podem vir com micropersianas automatizadas entre vidros.


Já o moderníssimo sistema de controle de transparência, conhecido também como vidro de privacidade, transforma o vidro transparente em um vidro na cor branco translúcido pelo simples acionamento de um botão. No estado translúcido o vidro ainda funciona como uma excelente tela de vídeo para retroprojetores. Mas se além de privacidade o projeto exigir um apelo estético, os métodos de beneficiamento contemplam diversas texturas e cores, criando vidros translúcidos e até opacos. Os métodos mais conhecidos são o jato de areia e o serigrafado, seguidos pela moderníssima impressão digital.